Comparativo entre Pneus MG e SPEED

Nos últimos meses soubemos através de em alguns sites de notícias e fóruns, o pessoal comentando muito sobre o pneu para kart da marca SPEED, no site do Kart Gaúcho uma reportagem cita o pneu, em outro site allkart.net, o próprio fabricante diz com toda sinceridade: “Meu pneu não é melhor que o da MG. Também não é pior. Tudo depende da pista. Tem pista aqui no Rio Grande do Sul que sou mais rápido e outras que não viro tão bem. Não adianta eu fazer um pneu mais rápido que o da MG e não durar, ou fazer um pneu que dura mais e não ‘vira’ rápido. Minha qualidade é muito parecida que a do concorrente”.

Na comunidade Kart Brasil do Orkut, o pessoal também já andou comentando sobre o pneu.

Sendo assim, a nossa curiosidade sobre esse pneu aumentou, então o que resolvemos fazer? Simples, nada melhor que um teste comparativo, certo?

Nesse teste tentamos ser o mais imparcial possível, não queremos “puxar a sardinha” para o lado de ninguém, apenas comparar essa nova opção de pneu, fazer uma avaliação real, na prática.

O início

Tudo começou quando o representante dos pneus SPEED entrou em contato com o Central Kart divulgando seus pneus, depois em uma rápida troca de emails surgiu a idéia do teste comparativo.

A primeira coisa que precisávamos era um jogo de pneu de cada marca. O próprio Cesar nos forneceu para o teste um jogo de pneu vermelho, e o jogo de pneu MG conseguimos de cortesia do piloto Manoel Queiroz Neto.

Vale ressaltar aqui que ambos os jogos de pneus não estavam novos, o pneu SPEED estava umas 50 voltas de uso e o MG com umas 40, aproximadamente.

Agora já acertado os pneus era só ir para pista e testar, certo? Não em Curitiba! Depois de cinco semanas tentando achar um fim de semana SEM chuva, dia 02/08/2009 conseguimos uma “brecha” no clima Curitibano. Ainda não eram as condições de pista ideais para um teste, pois existiam algumas poças d’água em algumas curvas, e essas, ao longo do dia apenas diminuíram não evaporando por completo, mas como seria a mesma condição para os dois pneus, foi nesse dia mesmo. Clique aqui e veja os pontos vermelhos onde existiam poças d’água na pista.

Nesse ponto você deve estar se perguntando:
Tá, já que a condição não era ideal, então porque testaram nessa situação?
Respondemos: A nossa idéia é realizar outro teste em um dia com sol, pista bem seca, tinhamos que dar logo esse primeiro passo, mesmo sem a experiência de uma Revista Quatro Rodas, mas já era um início, e além do quê, nossa ansiedade para correr já estava no limite!

O teste

  • 2 (dois) karts diferentes.
  • 2 (dois) pilotos diferentes.
  • Não alterar em NADA no kart, apenas pneu e calibragem.
  • 10 a 15 voltas com o pneu MG em 1 kart
  • 10 a 15 voltas com o pneu SPEED em outro kart.
  • Fazer a troca de pneus com os karts.
  • Mínimo de 4 baterias de testes
  • e assim por diante.

Essa era idéia inicial, mas infelizmente não deu tempo, realizamos somente 3 baterias completas, pois o tempo foi curto, iniciamos a 1º bateria somente as 15:00. A chuva deu uma trégua somente após as 13:00.

1ª bateria

Calibragem dos pneus:Catraca testando os pneus

  • Dianteiro Esquerdo: 12psi
  • Dianteiro Direito: 12psi
  • Traseiro Esquerdo: 12psi
  • Traseiro Direito: 13psi

Como relatamos acima, no início a pista estava mais úmida (observe nas fotos) com algumas poças d’água, logo os tempos não foram constantes para ambos os pilotos, pois a cada curva o kart se comportava de uma forma diferente, sendo que nem vamos mostrar todos os tempos, apenas a volta mais lenta e a mais rápida:

Outro detalhe, após 5 voltas o kart do Rodrigo teve problemas no carburador, não registrando todas as voltas desejadas

 

 

.

2ª bateria

Rodrigo testando os pneus

Como na 1ª bateria a pista estava quase sem nenhuma borracha decidimos fazer algumas modificações:

  • Aumentar em 2 libras de cada jogo de pneu, ficando com 15psi em todas as rodas.
  • O carburador do kart do Rodrigo foi solucionado, tendo que ser novamente agulhado.
  • Não alteramos em mais nada no kart, o ajuste fino do kart foi esquecido propositalmente.

Essas alterações e a pista ficando um pouco mais seca, resultou em uma melhora nos tempos, tanto no SPEED quando no MG, veja a tabela abaixo:

Tempos Rodrigo:

Como esse foi nosso primeiro teste de pneus nem tudo saiu perfeito, os tempos do Catraca cronometrados no Notebook, infelizmente sumiram sem explicação, acho que nem o Bill Gates sabe porque. No próximo teste vai ser anotado também com caneta e papel, coisa antiga mas… não dá problema.

Uma terceira bateria chegou a ser realizada com o Catraca e Lelo, mas os tempos foram perdidos, infelizmente. Ao todo com os três pilotos foram dadas mais de 50 voltas com cada jogo de pneu, e os tempos sempre foram muitos próximos.

Opinião do pessoal:

“O pneu é muito bom, realmente ele cumpre o que o fabricante promete, não anda mais e nem menos, a questão de 2 décimos de diferença é praticamente nula, pena que não deu tempo de testar mais, com certeza tem margem para evoluir bastante. Percebi uma pequena diferença nas saídas de curva, com o MG, dava para acelerar gradativamente que o kart grudava e saia uniforme, com o SPEED o kart tendia a sair um pouco, coisa mínima, nas 4 rodas, obrigando tirar um pouco o pé do acelerador, por outro lado poderia ser apenas um acerto de calibragem, já que não deu tempo de realizar mais testes. No geral, recomendo”, Rodrigo Bmikossiski.

“Sobre o desempenho dos pneus speed, tanto no cronômetro como na durabilidade por hora testada, acho que não deve nada para o concorrente. Foram feitas três saídas, em uma delas achei o MG mais seguro, embora a situação da pista estivesse mudando a cada minuto, não deve ser considerado. Essa diferença de 2 a 3 décimos não é diferença, quando não concluído um acerto especifico para cada situação, desde calibragem até o próprio chassi. Espero ter oportunidade de testar com pista em condições normais, para finalizar a análise. Para resumo classifico como muito bons os pneus SPEED”, Luiz Alfredo da Cruz, (Catraca). 

“Fizemos o teste tentando ser o mais imparcial possível, pois a idéia é trazer outra marca de pneus aqui pra Curitiba e região. Com dois pilotos experientes para fazer a avaliação dos pneus para que o resultado não fosse contestado. Demos mais de 50 voltas com os pneus e o desgaste foi mínimo, quase 0. Gostaria que fossem dadas mais voltas com pilotos diferentes, porém as condições do tempo e da pista não ajudaram muito.” Cesar, representante dos pneus SPEED  

“Acompanhei o teste comparativo dos pneus e acho que finalmente temos um fabricante que possa concorrer pau a pau com a MG. Só falta agora testar a durabilidade para ver se o preço do Speed compensa. A título de informação  estivemos a algum tempo atrás na fabrica da Guster, empresa brasileira com tecnologia própria no desenvolvimento e fabricação de instrumentação digital para a área automotiva, náutica e aeronáutica, e solicitamos o desenvolvimento de um cronometro/conta giros que a nosso ver se adapte melhor ao kart. Provavelmente na próxima semana já teremos um para teste, o que seria ideal para ser usado no próximo teste de pneu.” Darci Bmikossiski, membro da Equipe Central Kart.

Conclusão

O desempenho dos pneus MG e SPEED Vermelho, a princípio, não tem quase nenhuma diferença. Sabemos que poderiamos ter testado de várias outras formas diferentes. Quanto ao desgaste dos pneus não foi perceptível a ponto de dizermos: “Ohh, um pneu gastou horrores a mais que o outro”. Foi medido com um paquímetro a altura dos sulcos, e no final a medida estava praticamente a mesma. No geral todos ficaram muito satisfeitos com os resultados.

Agradecimentos

Cesar Schmidt: Piloto e representante da SPEED em Curitiba, que topou a idéia do comparativo, ajudou muito nos testes, fez planilhas e aferiu os tempos. O Cesar está participando da Copa Amigos da Renault do Brasil.

Catraca e Lelo: Por comparecerem na pista no dia do teste, apesar que esses dois mesmo se fosse para testar parafuso do tanque de combustivel em baixo de neve, eles estariam na pista do mesmo jeito!  . O Catraca também participa da Copa Amigos da Renault do Brasil.

Manoel Queiroz: Por nos fornecer o jogo de pneu MG vermelho. Ele é piloto da Super Sênior, que participou do Brasileiro de Kart 2009, que só não levou o caneco por pura falta de sorte.

Bill Gates: Por fazer um software que nos fez perder os tempos do Catraca.

 



E você? Gostou do teste? Gostaria de participar dos próximos comparativos? Pretendemos em breve realizar outra comparações, Nos envie idéias, dicas e sugestões, pelo
nosso formulário de contato.

 

abraços,
Equipe Central Kart

 

2 thoughts on “Comparativo entre Pneus MG e SPEED

  1. Robson Pereira Brito

    ….Gostei muito dos escliarecimentos sobre MG e SPEED ,Obrigadoooo

  2. Victor Azevedo

    aqui na minha região ainda não vi ninguém andar com os speed. Sou de Rio Claro, ando em Limeira e Araraquara. Kart Mega 2004 motor Fortex 400. Gostei da reportagem. Ja tinha visto anúncios na Net de pneus speed, mais baratos que os MG, tornando-os uma opção. Por isso foi bom sabe como se comportam.

Deixe uma resposta